Categorias
Ser programador

Pegue seu primeiro salário e torre tudo!

Para muitos o primeiro depois de muitas tentativas, muitos NÃOs, muitas pessoas desacreditando do seu potencial, muito sentimento de desistência… Na verdade não é o sentimento de ter o primeiro salário, mas sim, de uma grande vitória para si, de alivio, de realização pessoal, de jogar aquele peso que carregava pra frente e dar uma bica pra bem longe.

Torrar o seu dinheiro é uma sensação única, é sentimento de poder. Poder comprar coisas que sempre sonhou comprar (dentro do seu orçamento), de saber que no próximo mês terá esse mesmo montante ou mais, para viver sua vida em paz, sua dignidade.

Se não quer torrar, então se presenteie, é um presente para si. Uma recompensa de ter passado horas e horas fazendo algo por dias para realização de metas de outras pessoas, afinal, não nascemos para agradar somente a terceiros, por isso que comprar algo que goste é importante para equalizar sua felicidade, seja ela momentânea ou permanente.

Mesmo que você tenha filhos, mulher, casa, contas. Em algum momento você precisará realizar isso, não consegue compreender? Se a vida é uma só e você tem sentimentos, sejam eles bons ou ruins, mesmo que exista uma felicidade em ver outras pessoas felizes… Em algum dia da sua vida você terá a sensação que chegou sua vez de ser feliz, de realizar sonhos, de gastar sem problema algum. Mas existe um porém, pode ser que a sua vida tenha mudado muito e essa possibilidade não exista, não é melhor realizar em doses homeopáticas e estar em felicidade constante?

Não tenho o segredo da felicidade, mas depois que recorri a esse modelo de satisfação constante, me sinto mais feliz do que esperar por aquele intervalo de tempo pra ter a felicidade em grandes proporções. Em outras palavras: “Prefiro me viciar na felicidade, do que consumir uma dose exagerada e sentir abstinência”.

Categorias
React

Documentação oficial do React foi traduzida para português

Esse é o poder da comunidade e do Open Source, um pouco mais de um mês iniciou-se a tradução da documentação do React e nessa semana chegou o momento mais esperado. E a documentação foi totalmente traduzida para o português graças a dezenas de pessoas dispostas a mudar o cenário atual.

O que era um impeditivo para muitas pessoas aprenderem por estar em inglês, agora a porta está escancarada e não aprende quem não quer. Vale lembrar que ainda tem a curva de aprendizado e leva-se um tempo para assimilar algumas particulares do React.

A documentação traduzida não só atinge o Brasil, mas todos os países com a língua portuguesa como nativa, então é um orgulho imenso podermos atingir tantas pessoas ao redor do mundo.

Caso não participe da nossa comunidade no Slack -> Cadastre-se

Agora estão traduzindo o blog do React, caso queira colaborar -> Clique Aqui

Para visualizar a documentação traduzida -> Clique Aqui

Abraços e bora devorar a doc!

Categorias
React Native

Como eu consegui um freela em 4 meses estudando React Native

Não é uma história clichê, talvez seja aquilo que você estava esperando ler para aceitar os trabalhos que andam te oferecendo, mas por medo você nega!

Em agosto do ano passado (2017), comecei a estudar React Native para fazer o aplicativo interno do trabalho e isso me rendeu muitos finais de semanas estudando e procurando soluções para resolver os problemas que apareciam. Basicamente eu leio muito até me sentir bem com o que vou trabalhar, senão fico perdido e inseguro.

Esse é meu jeito de aprender, cada um tem o seu e caso você não encontrou ainda, tente aprender algo novo e repare nas suas dificuldades ou facilidades.

Requisitos

Sempre que entro num novo mercado, procuro definir quais são os principais requisitos que devo estar a frente para equiparar com outros profissionais. Então para React Native são, React, Flexbox, React Navigation, Eventos, RN link. Buildar e enviar para a loja são estrelas no caderno que você aprende com a publicação do App.

Comunidade

Um fator importante é a comunidade… Entrei no slack do React Brasil para tirar minhas dúvidas de React Native, que na época o grupo do facebook era muito devagar e eu precisava de alguns caminhos. Não me apoiei 100% nas pessoas, pois todos tem seus afazeres, então procuro as soluções até não ter para onde correr, quando não há salvação, recorro a galera.

Porém comunidade não se resume a tirar dúvidas, nela existem pessoas e com isso você cria vínculos com elas. Faz amizade, participa de eventos, aprende muito com as dúvidas dos outros nos canais (isso no slack), aprende com outras pessoas conversando a respeito de uma determinada tecnologia e por aí vai.

Inseguranças

Por mais que eu saiba as particularidades e desafios das tecnologias, toda vez que eu vejo uma oportunidade de freela, me da um vazio e me sinto como não soubesse absolutamente nada. Aquilo fica me remoendo algumas horas e depois passa, com isso vem a maré de sabedorias e a segurança.

Me recordo em todas as vezes que o medo bateu, mas graças as minhas atitudes tive resultados excelentes. Talvez você sabe muito, mas não deu liberdade para sua atitude falar mais alto e tornar sua vida diferente. Pensei nisso.

Oportunidade

No canal #jobs do React Brasil no slack sempre são postados freelas e trabalhos de front end ou mobile (React Native). E um belo dia o freela de “4 meses” chegou. Com a bagagem que eu tinha em relação ao React Native era o suficiente para matar qualquer dúvida que eu tinha quanto ao desafio que eu enfrentaria. Eu aceitei o trabalho e o que vem a seguir serve para qualquer trabalho que você faça na vida.

Primeiro seja verdadeiro com quem está te contratando, fale suas expertises, suas dificuldades, horário de trabalho e quanto custará. Particularmente gosto de trabalhar por etapas e nelas são pagas os valores. Então as partes entraram num acordo e comecei a trabalhar. Enquanto você está trabalhando, não tente implantar bibliotecas que não condizem com a realidade do projeto, apenas aquilo que está sendo necessitado. Essa não é a hora de aprender algo novo para se tornar hyper.

Se você estiver com dificuldades, fale, talvez tenham algo pra te ajudar, mas em hipótese alguma não esconda por medo, ninguém está aqui para te crucificar. Diga a verdade, o contratante e você chegará na melhor solução, mas caso faça ao contrário, se queimará com os próximos trabalhos, mesmo que você evolua com seus erros.

Dificuldades

Uma das dificuldades que tive, foi lidar com diversos devices e entender como funciona a questão de altura vs largura no React Native. Existem dois components que são essenciais no dia a dia, Dimensions e Platform. O Dimensions é usado para resgatar a altura e a largura real do device e o Platform contém funções interessantes que ajudam a lidar com plataformas diferentes, como manipular o style, caso seja necessário.

Dimensions Ex: Pegar a altura e largura do device

const {width, height} = Dimensions.get('window')

Platform Ex: Saber o OS que está sendo usado

const os = Platform.OS

Platform Ex2: Executar um determinado style quando for android

const styles = {
...Platform.select({
android: {
marginTop: 20
}
})
}

Além disso, caso você tenha vontade de fazer shadow no Android, só é possível na versão 5.0 para cima. E como identificar?

Essa função resolve o primeiro problema de identificação da versão da plataforma:

import { Platform } from "react-native"; export default () => {  
if (Platform.OS == "android") {
return Platform.Version;
}
else {
return parseInt(Platform.Version, 10);
}
};

Mas a versão do Platform não trás 5.0 e sim o sdkVersion, que neste caso é da 22 pra cima.

Obs: Não entrarei em detalhes, são apenas problemas que tive no decorrer do freela e trabalho interno.

Estudos

Nesse caso me senti um rato de internet, pois não fiquei parado esperando a chuva cair. Procurei nesses seguintes canais:

  • Documentação
  • Artigos no Medium com a palavra chave: React Native — Em inglês
  • Artigos no google — Em inglês
  • Youtube com a palavra chave: React Native — Em inglês e espanhol
  • Lendo os códigos dos módulos e entendendo o funcionamento, testando localmente

Existem cursos excelentes, como o Stephen Grider no udemy e um curso do Fernando Daciuk de React Ninja, foi excelente para aprimorar o conhecimento e tirar algumas dúvidas recorrentes.

Conclusão

Nisso temos três pilares que fazem a diferença: Requisitos, Insegurança e Comunidade.

  • Esteja atualizado em relação as tecnologias para estar apto as vagas
  • Supere seus medos, as oportunidades estão aí
  • Participe da comunidade, ela é uma porta aberta valiosa para você 

React Brasil no Slack https://react-brasil-slack.herokuapp.com/